Um pai admirável: vietnamita adota dezenas de bebês para que não sejam abortados

Tong Phuoc Phuc é um vietnamita que acompanhou a gravidez de risco de sua mulher durante o ano de 2001. Diante da situação delicada que sua esposa e seu filho passavam, Tong prometeu a Deus que se seu filho viesse a sobreviver, ele iria retribuir, fazendo algo para ajudar as pessoas. Enquanto sua mulher se recuperava no hospital, ele conta que via muitas mulheres grávidas entrarem em uma sala de operações e saírem depois, mas sem nenhum bebê. No começo, Tong não entendia o que se passava, mas depois chegou a descobrir que todas elas tinham abortado.

O Vietnã foi considerado em 1999 o país com o maior número de abortos anuais. Tendo sido testemunho desse terror, Tong começou a juntar dinheiro de seu pequeno salário para poder comprar um campo a fim de enterrar os fetos que eram jogados no lixo.

 O vietnamita tem um pequeno cemitério onde há mais de 10.000 bebês que foram mortos por suas mães durante a gravidez, pois queria dar-lhes uma sepultura cristã. Além disso, há muitas mulheres que já abortaram, que se dirigem ao local para rezar por seus filhos mortos. Assim que construiu este cemitério, muitas mulheres gravidas começaram a procurar a ajuda de Tong, que não pensou em nenhuma outra idéia a não ser ficar adotar essas crianças. Desde 2004 ele já adotou mais de 100 crianças e impediu que muitas outras fossem abortadas. 

Muitas das crianças que estão aos cuidados de Tong são entregues a ele ou são deixadas em sua porta. Os meninos recebem o nome de Vinh, que significa honra, enquanto as meninas ganham o nome de Tam, que significa coração. O sobrenome de todos é Phuc, e o segundo nome é sempre o nome de sua mãe ou do povoado onde ela mora. Assim foi decidido, para que mãe e filho possam se reencontrar no futuro. Muitas das mães, deixam suas crianças aos cuidados de Tong por alguns anos para que possam trabalhar e terem condições de criá-las em seus próprios lares.

Atualmente Tong vive com seus dois filhos biológicos, 20 bebês, 30 filhos mais velhos que moram em uma segunda casa que funciona como um orfanato. Os outros 50 que adotou já conseguiram voltar aos cuidados de suas mães.

Confira essa emocionante história no vídeo abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=8MkxtkmXmvU#t=31

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s